top of page

Somente um dia é "dia de Índio "



Seus dias foram tirados,

Suas terras dilapidadas,

Sua nobreza e legado usurpados por colonizadores gananciosos e perversos,

Desde então todo dia passou a ser de todos ,

E o deles só mais um desses

Que nada significam de concreto!

Não só do Índio que valorizava mais do que qualquer outro ser

O dia único e perfeito

Que nunca se repetiria,

Que sobretudo merecia ser vivido,

Com toda dignidade, respeito e organização seguidos por sua inestimável intuição!

Queria estar sempre atenta ao belo e original,

Mas o absurdo desconcertante chama de imediato à minha atenção!

São tantas as demonstrações de desamor,  irracionalidade e incompreensão diárias,

Que tais situações se impõem à beleza de qualquer ato, cenário ou fato!

Nossos olhos presenciam imagens únicas,

Pois cada um vê coisas e pessoas de forma subjetiva.

A experiência que gera emoção e estímulo dos sentidos é basicamente impossível de ser definida com precisão.

Beleza e medo,

Decadência e elegância,

O ser humano a cada dia mais desumano...

Como é possível tanta maldade e preconceito?

Que bela visão a de um Indígena em sua ingênua altivez!

Pero Vaz de Caminha ao chegar ao Brasil o descreveu de forma bela e poética,

Teve uma visão que o marcou de forma positiva,

Que causou admiração e surpresa!

Como puderam tentar escravizá-lo subsequentemente?

O Índio deveria ser celebrado com respeito, nunca desprezado como sempre foi desde então.

A situação das tribos atualmente é caótica,

Cada vez menos espaço para essas nobres criaturas é o que foi disponibilizado para uma raça que nos ofereceu um precioso legado.

 

Fotos internet

Escritora Gratia Cynthia





 

24 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page