top of page

Goldwind escolhe Camaçari para nova sede e impulsiona setor eólico na Bahia



Instalação do parque industrial da gigante chinesa promete mais de mil empregos e fortalece o mercado de energia renovável no estado

A gigante chinesa Goldwind, especializada na fabricação de aerogeradores, anunciou planos de instalar sua nova sede no Polo Industrial de Camaçari, Bahia. As informações divulgadas pelo portal BP Money sinalizam um significativo estímulo econômico para a cidade e para o estado da Bahia, com potencial de fortalecer ainda mais o cenário de energias renováveis na região.

 

A marca, considerada a maior produtora mundial de turbinas eólicas, foi o centro de uma acirrada disputa entre o governo baiano e cearense, culminando na escolha da Bahia como local ideal para o empreendimento devido à sua melhor infraestrutura. "A Bahia demonstrou ter a melhor estrutura e conquistou esse importante investimento", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Ângelo Almeida, destacando o impacto econômico positivo que inclui a criação de mais de 1100 empregos, entre diretos e indiretos.

O projeto do parque industrial em Camaçari contempla a construção de um complexo para fornecimento de componentes eólicos, área que tem visto crescimento substancial no estado. O suporte de um consórcio de empresas do setor será essencial para a produção desses materiais.

 

Fundada em 1998 e com sede operacional em Pequim, a chegada da Goldwind em Camaçari também é vista como parte do "efeito BYD" - um movimento de empresas chinesas estabelecendo produção na região, que começou com a montadora BYD e agora continua com a Goldwind. A expectativa é que essa onda de investimentos atraia ainda mais marcas internacionais para a Bahia.

 

Foto: Divulgação

Por: Bruno Cordeiro

Relata Bahia

19 visualizações0 comentário

Bình luận


bottom of page