top of page

Blocos de rua agitam foliões no último dia do Festival de Arembepe 2024




Quatro blocos de rua fecharam o desfile no circuito Bruno Lima nesta segunda-feira (11/3), que teve cara de fim de semana em Camaçari, por conta do último dia do Festival de Arembepe 2024. Na oportunidade, passaram pela Rua Direta de Arembepe “Os Negos de Maria”, “To Mentindo”, “Arembepuã”, e “As Abelhinhas”.

 

Fundado há 18 anos, o bloco "Os Negos de Maria", abriu o desfile, animado pelo Grupo Movimento. Arthur Freitas, um dos diretores, explicou que a agremiação é quase um refúgio para amigos de longas datas. "A gente traz sempre as mesmas pessoas cativas, do tempo de fundação do bloco. Começamos saindo com carrinho de mão. Hoje, graças a Prefeitura de Camaçari, vamos pra rua com trio. Então, nós somos muito gratos por isso. Muito mesmo!", destacou.

 

O bloco, que permite filiação exclusiva de integrantes do sexo masculino, tem, há oito anos, à frente da animação o Grupo Movimento, que trás como porta-voz o cantor Caboquinho. Para ele, a integração que existe entre a banda e os foliões é algo que fortalece o trabalho do coletivo. "A gente já está super acostumado, sempre saímos na segunda, e achamos ótimo fechar, com chave de ouro, o Festival de  Arembepe, que já é um evento tradicional no cenário das festas da Bahia. Para hoje, preparamos o samba tradicional do Recôncavo, com muito samba de roda, no estilo Zeca Pagodinho, Exaltasamba,  Fundo de Quintal, dentre outros", completou.

 

Os amigos e cunhados Salustiano Franco e Antônio Carlos, 50 e 69 anos, respectivamente, saem com “Os Negos de Maria” desde a fundação do bloco. Salustiano destaca como ponto positivo, "o respeito e a harmonia. Não tem diferença, e a comunidade sempre chegando, abraçando, porque a gente precisa de um de uma folga do dia a dia, e essa folga é hoje", observou.  Já Carlos, completou dizendo que, "é como ele disse, é o respeito e a abertura. Tem muita transparência, e aqui agrega mesmo. A alegria é total!".

 

A turma do “Tô Mentindo” veio logo em seguida, sob os acordes de Eduardinho Fora da Mídia. A soteropolitana Elba Figueiredo, que há 12 anos vive na localidade, é mais uma foliã do Festival de Arembepe às vésperas dos 67 anos de vida. Ela chegou dizendo que, "não sou a Elba Ramalho, mas eu faço sucesso!". Para ela, que há três anos sai no bloco, o que mais lhe agrada são "a harmonia e a alegria", disse já no esquente pro o desfile.

 

Para o cantor Eduardinho, esse ano a festa tinha um gosto especial. "Eu já participei desse festival algumas vezes, mas como convidado. E esse ano eu tô tendo a oportunidade de vir com a minha banda, com a minha trupe, a galera que me acompanha, pra fazer o meu show, e o meu trabalho. Tá sendo muito gratificante, e a energia é surreal! A gente também tá com a expectativa de um público legal que possa interagir. Só temos a agradecer a Prefeitura de Camaçari por esse apoio, esse carinho, e essa oportunidade", declarou.

 

Em seguida, tomaram a via principal de Arembepe os foliões do bloco "Arembepuã", que teve como atração a banda Arembepuã e convidados. O bloco “As Abelhinhas”, com Pincel e Banda, fechou as apresentações da tarde.

 

No circuito de blocos do Festival de Arembepe 2024, os foliões dispuseram de pontos de hidratação, que garantiram o frescor durante a  brincadeira. A segurança também recebeu  reforços, com o monitoramento de câmeras e plataformas elevadas de observação, além da presença de policiais e bombeiros.

 

A programação do último dia do festival só termina à noite, com o "Baile dos Coroas", que acontece no Palco Zé Durinho, localizado na Praça Salustiano Santiago de Souza (antiga das Amendoeiras). Por lá, Jaguarana dá a largada às 18h, seguido por Liu e Cia., às 20h. Brasilian Boys sobre ao palco às 22h, e Canindé, a partir das 23h, fecha a programação oficial do Festival de Arembepe 2024.

 

A festa é realizada pela Coordenação de Eventos, setor vinculado à Secretaria de Governo (Segov). Com o tema “Essa energia é sem igual”, estima-se que passaram pela localidade cerca de 80 mil pessoas.

 

O Festival de Arembepe, que acontece em parceria com diversas secretarias municipais e demais instituições, encerra o ciclo das tradicionais lavagens e festas populares em Camaçari.

 

Foto: Josué Silva

Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page