top of page

Água de Pote da minha Mãe




Bebi muita água de Pote

Na boca, um texto de panela

Para barrar os insetos

Ou poeira dentro dela.

 

Eu me lembro como hoje

Que água tão prazerosa!

Cada copo que eu bebia

Ficava mais saborosa.

 

A água de Pote da minha casa

Lá na Vila do Quartel

Depois de brincar e jogar bola

Matava a sede cruel.

 

O Pote da minha casinha

Tinha um sabor diferente

Era tão bom matar a sede

Com a água de Pote da gente.

 

A melhor água que eu já bebi

Foi do Pote lá de casa

Geladinha ao natural

De gole em gole saboreava.

 

Nosso Pote era uma Jarra

Em barro vermelho esculpida

Ficava no cantinho da cozinha

Da minha mãezinha querida.

 




Foto Arquivo

Josenilson Leite Poeta de Garanhuns






108 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page